Serra do Japi, Guaxinduva e Jaguacoara

Jundiaí | Área Natural ou Sítio Paisagístico

Localização: Cabreúva, Jundiaí e Pirapora do Bom Jesus

A Serra do Japi é um dos componentes topográficos das serranias de São Roque e Jundiaí que, juntamente com as Serras de Guaxinduva e Jaguacoara, faz parte de uma série de pequenas serras mantidas por rochas extremamente resistentes (quartzitos), que ocorrem no entremeio do maciço xistoso existente entre a Bacia de São Paulo e a Depressão Periférica Paulista. Correspondem a acidente que possui características de uma natureza integrada, quase intacta por mais de 90% de seu espaço total: condições geológicas relacionadas a solos pobres e frágeis, vegetação natural adaptada a solos de baixa fertilidade natural, aguadas límpidas em forma de “castelo d’água”, formadas por baixo volume d’água. As florestas das encostas e dos topos, fragilmente implantadas, funcionam, de um lado, como banco genético espacial de natureza tropical e, de outro, como importante refúgio para a fauna remanescente dos planaltos cristalinos interiores do Estado. A área do tombamento envolve um polígono irregular, aproximadamente orientado WSW-EWE, com coordenadas UTM 7.432,00-7.414,00 kmN e 307,00-286,00 kmE.

Fonte Processo de Tombamento

Número do Processo: 20814/79

Resolução de Tombamento:  Resolução 11 de 08/03/1983

Livro do Tombo Histórico: inscrição nº 11, p. 304, 01/09/1986

Publicação do Diário Oficial