Núcleo Histórico Urbano

Amparo | Conjuntos e Sítios Urbanos

Localização: diversos (vide Resolução)

A ocupação inicial de Amparo remonta ao final do século XVIII, tendo o seu núcleo se desenvolvido lentamente até a introdução do café, em meados do século seguinte, como demonstra a sua evolução administrativa: capela em 1824, freguesia em 1839, vila em 1857 e cidade em 1865.

Com a implantação da ferrovia e o apogeu cafeeiro da região mogiana, em parte possibilitado pela presença da imigração italiana, entre os anos de 1886 e 1920, verificou-se a aceleração do crescimento urbano da cidade. O núcleo tombado, definido por um perímetro que inclui a área envoltória do edifício da Escola Industrial João Belarmino, é representativo deste período e, em sua grande maioria, constitui-se de residências geminadas, no alinhamento frontal do lote, construídas em série, com características próprias do ecletismo.

Fonte Processo de Tombamento

Número do Processo:  24.300/86

Livro do Tombo Histórico:  inscrição 274, pág. 71, em 25/03/87

Resolução de Tombamento