Complexo da Estação Ferroviária de Botucatu

Botucatu | Ferroviário

Localização: Largo José Paoloni s/ nº

O Complexo da Estação Ferroviária de Botucatu representa o avanço da Estrada de Ferro Sorocabana pelo interior paulista, demarcando a “conquista do sertão”, situado a oeste das cuestas. A chegada da ferrovia deflagrou novo momento econômico para a região, fomentando a produção agrícola, sobretudo o café, bem como a ocupação de terras e a criação de novos núcleos urbanos. O complexo se tornou ponto de confluência do tráfego da linha-tronco da EFS e de seus inúmeros ramais a oeste, impactando no desenvolvimento de Botucatu como pólo urbano regional. O complexo é constituído pelos seguintes elementos: Estação Ferroviária; Largo da Estação; Armazém de Cargas; Vilas Ferroviárias e Casas de Turma, de variadas tipologias e técnicas construtivas; Caixa D’água; Edifício da Administração (ou da Chefia); Mercearia; Oficinas de Locomotivas; Escola de Artífices; Reservatórios D’água; Triângulo de Manobras; Pontilhão Ferroviário Arlindo Granado; e os muros de arrimo e taludes circundantes. Essa diversidade arquitetônica, tipológica e funcional dos edifícios indica a complexidade de um empreendimento ferroviário e os conjuntos de moradias à beira de linha registram formas de morar próprias à ferrovia.Fonte Processo de Tombamento

Número do Processo:  59930/09

Resolução de Tombamento:  Resolução SC 91 de 11/10/2012; retificação na Resolução SC 103, de 26/12/2018.

Publicações do Diário Oficial