Castelinho de Pirituba

São Paulo | Residencial

Localização: Rua Maestro de Arturo Angelis, 190 – São Paulo

O Castelinho de Pirituba foi instalado em terras da Vila Inlgresa da Companhia São Paulo Railway posteriormente Estrada de Ferro Santos Jundiaí, loteada para servir de moradia para seus funcionários. O terreno foi comprado por Charles Thomas Chapman em 1935. O Castelinho se configura como uma residência com expressiva qualidade arquitetônica, construída em alvenaria de tijolo de barro, em meados da década de 1930, por J.P. Urner. Internamente apresenta estrutura em madeira nos pisos superiores e em alguns elementos constituintes da casa. Foi inspirado na arquitetura rural inglesa oitocentista e no ideário de William Morris e Phillip Webbm que criticava os aspectos negativos da industrialização, assim como a arquitetura de ferro e vidro e os objetos produzidos pela máquina.

Fonte Processo de Tombamento

Número do Processo:  39299/99

Resolução de Tombamento:  Resolução 104 de 27/10/14

Livro do Tombo Histórico:  inscrição nº 425, p. 127

Publicação do Diário Oficial