Academia Paulista de Letras

São Paulo | Educação e Pesquisa

Localização: Largo do Arouche nºs 312 a 324

A Academia Paulista de Letras, criada em 1909, veio configurar um espaço de convivência cultural, em uma São Paulo efervescente economicamente, porém carente de pontos de encontro de intelectuais. A oportunidade para concretização de uma sede própria acontece apenas em 1944, em pleno regime de exceção, quando o Estado era presidido pelo Interventor Federal Fernando Costa, que então oferece em doação o prédio de um pavimento no largo do Arouche. A cerimônia de início simbólico das obras se dá em 25 de janeiro de 1948, com projeto do arquiteto Jacques Pilon. Também autor do projeto da Biblioteca Municipal Mario de Andrade e do viaduto do Pacaembu, o edifício viria a configurar uma renovação da arquitetura na época, expressando novos tratamentos plásticos na paisagem urbana. A instituição figura como referência marcante da vida cultural paulista, refletindo em sua existência diversas etapas da nossa trajetória literária.

Fonte Processo de Tombamento

Número do Processo:  59.127/09

Resolução de Tombamento:  Resolução SC-13, de 22.03.2010

Livro do Tombo Histórico:  inscrição nº 370, pg. 101.

Publicação do Diário Oficial